terça-feira, junho 27, 2017

Seu Uóshito


- Alô, Sô Carlos? Aqui é o Uóshito, casêro do sítio.

- Pois não, Seu Washington. Que posso fazer pelo senhor? Houve algum problema?

- Ah, eu só tô ligando para visá pro sinhô qui o seu papagaio morreu.

- Meu papagaio? Aquele que ganhou o concurso?

- Êle mesmo.

- Puxa! Que desgraça! Gastei uma pequena fortuna com aquele bicho! Mas morreu de que?

- Di umê carne istragada.

- Carne estragada? Quem fez essa maldade? Quem deu carne para ele?

- Ninguém. Ele comeu a carne dum dos cavalos morto.

- Cavalo morto? Que cavalo morto, seu Washington?

- Aquele puro-sangue qui o sinhô tinha! Ele morreu de tanto puxá carroça dágua!

- Tá louco? Que carroça d'água?

- Prapagá o incêndio!

- Mas que incêndio, meu Deus?

- Na sua casa, uma vela caiu, aí pegô fogo nas curtina!

- Caramba, mas aí tem luz eléctrica!  Que vela era essa?

- Do velório!

- De quem?

- Da sua mãe! Ela apareceu aqui sem avisá e eu dei um tiro nela pensando que era ladrão!

- Meu Deus, que tragédia! - e o homem começa a chorar.

- Peraí sô Carlos, o sinhô num vai chorá pur causa 

dum papagai, vai?

ELZA LARANJEIRA - EU SEI QUE VOU TE AMAR

Nasceu em 1925 e faleceu em 1986, tendo sido uma das cantoras mais importantes e requisitadas da rádio paulista. Apreciem a qualidade do timbre da sua voz e perceberão porquê. Esta linda canção, que haveria de ser um êxito anos mais tarde, foi um sucesso seu no Brasil em 1959.

              Il Volo Il Mondo (2012)


             



Filho avisado...











Um menino pergunta ao pai:

- Pai, o que é que está entre as pernas da Mãe?

- O paraíso, meu filho, o paraíso ...

O garoto pergunta novamente:

- E o que é que está entre as tuas pernas?

- A chave para o paraíso, meu filho.

- Pai, um conselho... muda a fechadura! - 
O nosso vizinho tem uma cópia.




Ela Continua Jovem...     









Uma senhora bem idosa estava no convés de
um navio de cruzeiro a segurar o seu chapéu firmemente 
com as duas mãos para não ser levado  pelo vento. Um cavalheiro aproxima-se e diz:
 

-Perdoe-me, senhora...não pretendo incomodar,
mas a senhora já notou que o vento está a levantar bem alto o seu vestido?
 
  - Já, sim, mas é que eu preciso de ambas as mãos para
segurar o chapéu.

      - Mas, senhora....a senhora deve saber que suas partes íntimas
estão a ser expostas! - disse o cavalheiro.
A senhora olhou para baixo, depois para cima, e respondeu:


- Cavalheiro, qualquer coisa que o Sr. esteja a ver aqui em baixo tem 85 anos. O chapéu comprei-o ontem!


A Maria adoece e o Manel diz-lhe para ir ao doutor.
O médico receitou-lhe uns supositórios...
A Maria chega a casa e pergunta ao Manel:- Onde fica o ânus?

- E o Manel responde:

- Ê sê lá mulher... porque nâo perguntaste ao Sr. Doutor?

No dia seguinte, a mulher volta ao médico e pergunta-lhe onde colocar aquilo.
- Ponha no recto!!! - respondeu o médico.

Maria chega a casa e desconhecendo onde era o recto, pergunta ao Manel.
Ele responde:
- Ê sê lá mulher!!!... Porque não perguntaste ao doutor?
A Maria volta então ao consultório médico e volta a fazer a mesma pergunta ao doutor.
Ao chegar a casa diz ao Manel:
- Sabes o que o Sr. Doutor me disse? ... Que o metesse no cú.
- Atâo, o que esperavas mulher? ... Depois de teres ido lá chatear o home três vezes?!!!

Isto é Que são Viúvas...
















Quando o marido finalmente morreu, a esposa colocou no jornal o anúncio da morte, acrescentando que ele havia morrido de gonorreia.

Logo que o jornal foi distribuído, um amigo da família telefonou e protestou veementemente:

- Você sabe muito bem que ele morreu de diarreia, e não de gonorreia!

A viúva respondeu:

- Eu cuidei dele noite e dia e portanto é lógico que eu saiba que ele morreu de diarreia, mas eu achei que seria melhor que se lembrassem dele como um grande amante, ao invés do grande merdas que ele sempre foi.

segunda-feira, junho 26, 2017

Resultado de imagem para alexandre o'neill
Alexandre O'Neill

















Os Domingos
de Lisboa



Os domingos de Lisboa são domingos
Terríveis de passar - e eu que o diga!
De manhã vais à missa a S. Domingos
E à tarde apanhamos alguns pingos
De chuva ou coçamos a barriga.
As palavras cruzadas, o cinema ou a apa,
E o dia fecha-se com um último arroto.
Mais uma hora ou duas e a noite está
Passada, e agarrada a mim como uma lapa,
Tu levas-me p'ra a cama, onde chego já morto.
E então começam as tuas exigências, as piores!
Quer's por força que eu siga os teus caprichos!
Que diabo! Nem de nós mesmos seremos já senhores?
Estaremos como o ouro nas casas de penhores
Ou no Jardim Zoológico, irracionais, os bichos?
... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...
... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...
Mas serás tu a minha «querida esposa»,
Aquela que se me ofereceu menina?
Oh! Guarda os teus beijos de aranha venenosa!
Fecha-me esse olho branco que me goza
E deixa-me sonhar como um prédio em ruína!...

Resultado de imagem para um homem grandalhao
Anedota do Dia



















Um gajo pequenino entra num elevador e depara-se com um gajo enorme lá dentro.

O gajo grandalhão olha para o pequenino e decide apresentar-se:

- 2,05 metros de altura, 152 quilos, pénis de 30 cm, testículo esquerdo de 1,2 quilos, testículo direito de 1,5 quilos... Victor Costa.

O gajo pequenino desmaia.

O gajo grande pega no pequenino, reanima-o com umas bofetadas.

- Que se passa? Tem algum problema?!

O tipo pequenino pergunta:

- Desculpe, mas o que é que você disse?

O gajo grandalhão repete tudo novamente.

- 2,05 metros de altura, 152 quilos, pénis de 30 cm, testículo esquerdo de 1,2 quilos, testículo direito de 1,5 quilos... Victor Costa.

O gajo pequenino suspira de alívio...

- Ah! Victor Costa?! Graças a Deus! Eu percebi que tinha dito: "Vira-te de Costas..."

domingo, junho 25, 2017

Mentirinha de merda....
















Um tipo foi à Casa da Sorte e dirigiu-se à empregada dizendo que  queria jogar na lotaria.

- Olhe, não tenho a menor ideia sobre quais números escolher para  
comprar uma cautela. Pode ajudar-me? 

- Claro, respondeu ela, vamos lá. Durante quantos
 anos frequentou a escola? 

- 8 

- Perfeito, temos um 8. 

- Quantos filhos tem? 

- 3 

- Óptimo, já temos um 8 e um 3. 

Quantos livros você já leu até hoje? 

- 9 

- Certo, temos um 8, um 3 e um 9. 

- Quantas vezes por semana faz amor com sua mulher

- ? 

- Caramba, isso é uma coisa muito íntima - diz ele. 

- Mas você não quer ganhar na lotaria? 

- Está bem, 2 vezes. 

- Só??? Bom, deixe lá. 

- Agora que já temos confiança um com o outro, diga-me. 

Quantas vezes já levou no cu? 

- Qual é, minha? - diz o homem, zangado 

- Sou muito macho!!! 


- Não fique chateado. Vamos considerar então zero vezes. 

- Com isso já temos todos os números: 83920. 


- O tipo comprou o bilhete que correspondia ao número escolhido. 

   
No dia seguinte foi conferir o resultado: 

- O bilhete premiado foi o 83923. 

- F... da P...! Por causa de uma MENTIRINHA de

 MERDA não fiquei milionário!!! 

sábado, junho 24, 2017

Resultado de imagem para fé religiosaComo estamos de Fé 


Religiosa?











“A fé em Deus vai morrer em, pelo menos, nove países – diz um estudo de investigadores americanos. Analisadas as respostas sobre crenças aos Censos dos últimos cem anos, e usando um modelo matemático de dinâmica não linear, a equipa concluiu que a fé organizada se está a extinguir na Austrália, na Áustria, no Canadá, Finlândia, Holanda, Nova Zelândia, República Checa, Suiça e até a Irlanda. Destes nove países, o “menos crente” é a República Checa, onde 60% da população diz que não tem qualquer inclinação religiosa”. 

De acordo com o Censos de 2011, o numero de pessoas sem religião em Portugal praticamente duplicou, de 340.000 para 615.000. 

Uma pergunta final: - Para que lado se inclinará o futuro da humanidade? 

 - Para esta nova realidade de checos, australianos, finlandeses, austríacos, etc… que não têm qualquer inclinação religiosa ou para os milhões de islamitas que continuam a seguir rigorosamente as normas do Corão?

O que se passa neste momento com os fundamentalistas do Islão e o seu "Estado Islâmico", parece dar razão para os que alertam para o risco do pensamento religioso, e eu sou um deles. Desde sempre a religião funcionou como uma arma virada contra a própria humanidade, separando-a, fomentando o ódio e a morte muito em especial as religiões monoteístas.  

Mas o homem nasceu crente, foi assim, acreditando, que ele evoluiu e sobreviveu ao longo de centenas de milhar de anos sem duvidar do que lhe diziam os pais e os mais velhos da tribo, depois passaram para os deuses e finalmente para um Deus.

Embora a razão esteja a fazer progressos sobre o pensamento religioso, como as estatísticas mostram, ele só irá desaparecer com a própria humanidade... mais cedo ou mais tarde, o homem o dirá, mas sempre em ruptura e em guerra uns com os outros por via das religiões.
Falar verdade a mentir...
A Verdade

e    a

Mentira 









Pedro Almodôvar, esse talentoso cineasta espanhol, quando tinha nove anos, no início dos anos 60, mudou-se com a família da aldeia da Mancha, onde nasceu, para uma outra na Estremadura, onde a maioria dos habitantes eram analfabetos, o que foi identificado como uma oportunidade de negócio pela mãe, que logo montou, em sociedade com o filho, um comércio de leitura e escrita de cartas.

Como tinha uma caligrafia muito bonita, ele escrevia as cartas, enquanto a mãe se encarregava da leitura. Cedo, Pedro começou a reparar que a mãe romanceava o que estava escrito nas cartas, e um dia não se conteve e perguntou-lhe:

- Por que lhe disseste que ela sente saudades da avó e se lembra muitas vezes dela a lavar a roupa numa bacia cheia de água à porta de casa, se na carta nem sequer fala na avó?

Ao que a mãe o calou com uma resposta desarmante:

- Mas viste como a avó ficou contente?!!!

“A realidade precisa da ficção para ser mais completa, mais agradável, mais vivida” escrevia o cineasta no dia a seguir ao da morte da mãe.

Um sábio de outro século, de outra arte e de outra geografia, Fiodor Dostoievski tinha chegado à mesma conclusão quando nos avisou:

- “Para tornar a realidade mais verosímil precisamos necessariamente de adicionar a mentira” 

Mulher é assim mesmo. 
Não entende as necessidades do homem.


Amor já volto .
Reza a história que um casal de recem casados, com apenas 2 semanas de
casamento, o marido que apesar de feliz, já estava com uma vontade reprimida de sair com a malta para fazer a festa. Assim ele diz à sua queridinha:
- 'Môr já volto!
- Onde vais meu docinho? (com expressão de recém casados)
- Ao barzinho, beber uma geladinha.
A mulher põe a mão na cintura e responde-lhe:
- Queres uma cervejinha, meu amor???
E nesse momento abre a porta do frigorífico mostra-lhe 25 marcas diferentes
de cervejas de 12 paises: alemãs, holandesas, japonesas,americanas,

 mexicanas, etc.

O marido sem saber mais o que fazer, responde-lhe:
- Meu docinho de coco... mas no bar... sabes...o copo é gelado.
O marido não tinha acabado de falar, quando a esposa interrompe a sua
conversa e diz:
- Queres um copo gelado, 'mor?Nesse momento a esposa tira do congelador um copo bem gelado, branco,branco, que até tremia de frio. Então o marido responde:

-Mas meu céu, no bar tenho aqueles salgadinhos óptimos...Já volto ok?
- Queres salgadinhos meu amor???
A mulher abre o forno e tira 15 pratos de diferentes salgadinhos: bolinhos de bacalhau, rissois, pipocas, amendoins, pasteis de carne,empadinhas...
- Mas minha bonequinha... lá no bar... sabes... as piadas, os palavrões,tudo
aquilo...
- Queres palavrões meu amor?

  - ENTÃO VAI PRO CARALHO, MAS DAQUI TU NÃO SAIS, MEU 

FILHO DA PUTA!!!

Site Meter